A Secretaria da Receita Federal divulgou nesta terça-feira (20) o período de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) 2024, que deve ocorrer entre 15 de março e 31 de maio. 

O prazo segue o padrão dos últimos anos, com 78 dias para os contribuintes regularizarem suas pendências com o fisco, mas terá uma grande mudança, pois este ano será fixo.

Quem precisa declarar Imposto de Renda 2024?

Estão obrigados a declarar o Imposto de Renda em 2024 os brasileiros que:

Publicidade
Publicidade
  • Receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2023
  • Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte acima de R$ 40.000,00 em 2023
  • Obtiveram ganho de capital na venda de bens
  • Possuem bens ou direitos no valor total superior a R$ 300.000,00
  • Realizaram operações com criptomoedas
  • Tiveram rendimentos com trabalho rural
  • Optaram pela tributação no regime de lucro presumido ou pelo Simples Nacional

O que muda no Imposto de Renda em 2024?

Ao contrário dos anos anteriores, a Declaração do Imposto de Renda em 2024 terá um prazo fixo, ou seja, a Receita Federal não pretende mais estender a entrega como fazia.

O fisco acredita que o início para a entrega das declarações do IR no meio do mês março e o final em maio fica melhor para os milhões de contribuintes que precisam prestar contas à Receita Federal.

Além disso, mesmo que ainda não tenham sido divulgado pela Receita Federal as novas regras oficiais do Imposto de Renda 2024, com a mudança nas alíquotas aprovadas recentemente irão impactar nas declarações.

Publicidade

Com a nova faixa de isenção do Imposto de Renda (pessoas que ganham até 2 salários mínimos por mês), cerca de 13,7 milhões de contribuintes estarão isentos da declaração.

Ainda de acordo com o fisco, aqueles que recebem acima de dois salários mínimos mensais, o desconto simplificado de R$528 pode não valer a pena.

A explicação é que, na legislação atual, muitos desses contribuintes possuem direito a obter maiores descontos, como por conta da contribuição à previdência social ou dedução pelo número de dependentes, por exemplo.

Dessa forma, é muito mais válido optar pela dedução no imposto do que o desconto simplificado de R$528.

Prepare sua documentação:

  • Informe de Rendimentos (IRRF)
  • Recibos de despesas dedutíveis
  • Declarações do ano anterior
  • Outros documentos que comprovam seus rendimentos e deduções

Evite multas:

  • A multa por atraso na entrega da declaração é de 1% ao mês, sobre o imposto devido, com valor mínimo de R$165,74
  • A multa por omissão de rendimentos é de 75% sobre o imposto devido

 Dicas para declarar o Imposto de Renda

  • Organize seus documentos: Reúna todos os documentos necessários para a declaração, como comprovantes de rendimentos, recibos de despesas dedutíveis, informes de bancos e investimentos
  • Utilize o programa oficial da Receita Federal: O programa é gratuito e está disponível para download no site da Receita Federal
  • Fique atento aos prazos: Evite deixar para declarar o Imposto de Renda na última hora para evitar problemas com o fisco
  • Procure ajuda profissional: Se você tiver dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda 2024, consulte um contador ou outro profissional qualificado