Black Friday 2021: Veja como está a expectativa do comércio para a data

Expectativa de vendas na Black Friday 2021 é de queda pela 1ª vez em 5 anos
24/11/2021

E aí, você está pronto para aproveitar a Black Friday, que acontece na próxima sexta-feira (26)? Ainda não? Pois bem, saiba que ainda dá tempo de se organizar para conseguir fazer boas compras, afinal de contas, a promessa é de muitas promoções, algumas que podem ser imperdíveis.

Prova disso, é que a pesquisa da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), feita em todo o país, mostrou que 81,2%, dos dos 1,2 mil associados, farão promoções na data, seja em suas lojas físicas, ou via internet.

Além disso, os 18,8% dos lojistas que ficarão de fora da “sexta-feira preta”, afirmaram que gostariam de participar da data, porém, não conseguirão devido ao aumento de custos que pressionam os preços e as margens de venda.

Como serão as promoções do Black Friday

Historicamente a Black Friday é uma data onde os comerciantes oferecem descontos generosos em diversos produtos e serviços, em alguns casos essas promoções superam os 50%. Tais ofertas podem ser encontradas em lojas físicas e on-line.

De acordo com a pesquisa da Alshop, as promoções de Black Friday envolvendo as lojas de shopping estão divididas da seguinte maneira:

  • 62,5% farão promoções em seus pontos de venda física
  • 12,5% farão promoções apenas via internet
  • 6,2% farão promoções em plataformas de e-commerce

Expectativa para a Black Friday 2021 é de crescimento em vendas

Outra grande expectativa dos lojistas de shopping é que a Black Friday 2021 supere os números alcançados no ano passado em 5%. “Sabemos que o varejo tem se erguido aos poucos, e mesmo diante da alta dos preços, em conversas com outros empresários, há muito mais otimismo para essa nova fase”, disse o diretor institucional da Alshop, Luis Augusto Ildefonso.

Mercado comum em baixa

Enquanto os lojistas de shopping esperam um aumento de vendas em relação a 2020, nos outros setores do comércio nacional, a expectativa é que o faturamento aumente, porém o volume de vendas deve encolher pela 1ª vez em 5 anos.

De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) sobre a Black Friday 2021, isso ocorrerá pela alta da inflação vivida no Brasil.

A inflação de 10,67% nos 12 meses encerrados em outubro é um obstáculo a Black Friday. Isso acontece porque com essa taxa elevada, o dinheiro passa a valer menos, enquanto os produtos em sua maioria encarecem.

Outra expectativa de redução que deve acontecer na Black Friday 2021 é em relação a uma diminuição na quantidade de produtos ofertados, apontado na mesma pesquisa da CNC.

Posts relacionados

 Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

 Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, conforme nossa Política de Privacidade, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.