Cargando

0%

Você sabia que já é possível reduzir parcela do consignado? Realizar esse processo é muito útil para diminuir as consequências de alguns pagamentos atrasados e assim conseguir também mais tempo para pagar o total.

E recomendamos que faça isso nesses momentos. Essa forma de “negociar” será muito útil pois facilita para que tenha seu nome limpo e uma boa relação de crédito. 

Reduzir parcela do consignado também é uma forma de conseguir pagar algumas pendências no futuro e adiantar outros projetos em sua vida.

Publicidade
Publicidade

É possível reduzir a parcela do consignado?

Sim, é mais que possível e na verdade, muito fácil. Para reduzir tudo que precisa fazer é entrar em contato com a instituição em que fez o empréstimo para saber um pouco mais a respeito disso.

É uma medida recomendada para quem não consegue pagar as parcelas no momento. Utilizando dela você ganha um tempo extra para quitar sua dívida.

Por outro lado, se tem dinheiro em conta, a nossa sugestão é que pague! Mesmo que a redução da parcela seja eficiente, ela ainda vai conter um pouco de juros,  fazendo com que o valor final fique um pouco maior.

Publicidade

Assim, se a sua renda mensal está mais comprometida esse mês é importante que faça essa negociação. A partir disso o cliente evita as consequências da inadimplência, permanecendo com o nome limpo.

No entanto, para isso é fundamental que você conheça um pouco mais sobre o sistema utilizado. Além disso, cada instituição financeira trabalha de uma forma diferente, as taxas de juros e o novo período para pagamento podem ser bem diferentes.

Veja a seguir como você pode prosseguir para conseguir reduzir parcela do consignado e garantir maior segurança financeira!

Como reduzir a parcela do empréstimo consignado?

Bem, apesar de ser um processo que todo mundo gosta de fazer, é preciso escolher o melhor método. Essa negociação pode exigir documentos diferentes e oferecer condições melhores em cada uma das opções.

O refinanciamento, por exemplo, é uma das formas mais utilizadas. Isso porque não exige muita coisa e você apenas deve entrar em contato com a credora para ter mais detalhes.

De acordo com as suas informações a empresa vai oferecer uma proposta diferente. A ideia é que seu limite de crédito seja “aumentado” para cobrir os novos juros que vão surgir na dívida.

Se não gostar do refinanciamento, pode escolher a portabilidade também. Ela conta com uma série de ofertas vantajosas para você. No entanto, ela exige mais documentos e pode não ser aprovada de imediato.

Então só depende de você. Hoje está muito mais fácil passar por esse processo, com uma boa diminuição nos juros e diversas outras considerações. Você tem mais tempo para pagar e evita a inadimplência.

Vale realmente a pena fazer a redução da parcela?

Como dito acima, se você tem dinheiro é melhor pagar. No entanto, para quem não está em uma boa situação financeira, reduzir parcela do consignado é muito melhor! 

Deixar a dívida sem pagamento seria bem problemático. Em pouco tempo essa redução ia custar muito para você, além de apresentar o risco de não conseguir quitar o empréstimo depois de um tempo.

Algumas das vantagens de realizar essa negociação é que você terá a oportunidade de:

  • Alivar muito seu orçamento pessoal e ganhar tempo para lidar com suas despesas;
  • Evitar atrasos longos, multas e juros;
  • Não ficar com o nome sujo ou com restrições no CPF.

Tem muita gente que vai preferir esse método porque pretende ficar com um bom score. Essa é uma das vantagens da redução, você consegue pagar menos e seu score não deve cair muito.

Também evita que o cliente precise solicitar outro crédito em alguma instituição para pagamento. Esse era um grande problema a alguns anos atrás, já que os juros podiam ser muito maiores.

Como fazer a portabilidade de crédito?

A forma mais inteligente de diminuir as parcelas é a partir da portabilidade. Esse método funciona para qualquer pessoa, já que atualmente é algo previsto em lei. Você pode alterar sua dívida para outra com melhores condições em outra empresa, conseguindo reduzir parcela do consignado de forma muito mais inteligente.

Veja abaixo como pode fazer isso em poucos passos:

  1. Solicite uma avaliação de elegibilidade para transferência da dívida;
  2. Agora deve escolher entre as opções com parcelamento mais acessíveis para você;
  3. Envie todas as documentações necessárias;
  4. A instituição vai enviar uma proposta e você pode desistir ou aceitar;
  5. Caso aceite a dívida já será encaminhada para a outra empresa.

A boa notícia é que não leva muito tempo para fazer isso. Você deve realizar tudo com cuidado e analisar ao máximo as suas questões financeiras. Ademais, você só tem a ganhar, a portabilidade é um recurso muito útil que precisa conhecer. É perfeita para qualquer tipo de crédito!