Cargando

0%

O consórcio é uma das opções de crédito disponíveis no mercado financeiro nacional e considerando as altas taxas de juros atuais, essa opção tem se popularizado cada vez mais entre os brasileiros. Contudo, o cliente às vezes pode ter dúvidas sobre a carta de crédito no consórcio.

Por isso, preparamos este guia detalhado para lhe explicar o que é, como funciona, como usar e quais bens podem ser comprados após ser contemplado seu consórcio. Vamos conferir?!

O que é a carta de crédito no consórcio?

Quando o cliente contrata um tipo de consórcio, pode ser sorteado ou dar lances para antecipar a contemplação. Em ambos os casos, é liberada a famosa carta de crédito.

Publicidade
Publicidade

A carta de crédito no consórcio é o valor que o cliente receberá para adquirir o bem, a qual funciona como um título, que será concedido a um consorciado quando for contemplado.

Dessa forma, para ficar mais claro de entender, podemos dizer que a carta de crédito é o prêmio ganho no consórcio, ou seja, aquilo que você busca e tanto almeja.

Por exemplo, caso tenha contratado um consórcio de eletrodomésticos, ao ser contemplado, receberá na sua conta bancária o valor simulado para a compra de produtos para a casa.

Publicidade

Quais bens posso comprar com a carta de crédito?

O consórcio é uma linha de crédito bem específica, diferente de um empréstimo, por exemplo, onde o valor é liberado na sua conta e pode utilizá-lo como desejar.

Via regra geral, você poderá comprar com a sua carta de crédito aquilo que o seu consórcio permitir.

Por exemplo, se escolher o consórcio de veículos, o valor da contemplação só poderá ser usado para a compra de um carro ou moto. Caso tenha optado por um consórcio de beleza, poderá usar o valor para uma cirurgia estética, como para colocar silicone.

Como usar a carta de crédito do consórcio?

É muito simples usar a sua carta de crédito, pois a parte mais difícil já passou, que é aguardar a contemplação no consórcio.

Assim, de modo geral, para usar a sua carta de crédito, é preciso escolher o bem desejado, negociar o preço e comunicar à administradora do consórcio sobre a compra, onde receberá as instruções para realizar o pagamento.

Podem ser solicitados pela administradora alguns documentos necessários para a análise e liberação da carta de crédito, fique atento.

Geralmente, é a própria administradora do consórcio que realiza o pagamento do bem ao vendedor, sendo que você tem direito a usar até 10% do valor da carta para custear despesas extras, como taxas em cartório, impostos e honorários.

Além disso, é importante cuidar as datas após a contemplação, pois a maioria dos consórcios estabelece um prazo de até 180 dias para o resgate da carta de crédito.